sexta-feira, 3 de maio de 2013

Escolhas...

Sempre digo que a vida é feita de escolhas, e eu decidi fazer mais uma.

Por algum tempo me prendi há um sentimento que era só meu, na verdade parecia mais um cárcere, do que um sentimento de fato. Até que um dia resolvi ajustar os ponteiros e quebrar as amarras. Tive a oportunidade de olhar nos olhos e dizer: Não quero mais, não tenho mais fôlego pra isso. E me soltei, experimentei a leveza, depois de anos...

E como dizem, o que é nosso, nos encontra. E por mera coincidência do destino, nesse mesmo dia encontrei você, e fiz uma escolha, optei por me dar essa oportunidade, permiti a mim, deixar ser vista por você. 

Desde então, fui invadida por uma paz, um sentimento bom, um florescer contínuo, que hoje me traz o medo comum de toda nova experiência, medo de que não seja de verdade, medo de te perder.

Mas falando sério, medo nunca regeu minha vida, e não será esse sentimento que me impedirá de viver mais essa emoção.

De uma coisa tenho certeza, quero tudo com você, como se fosse a primeira vez. Tudo com nossa cara, com nosso jeitinho. Provas, muitas virão, e já enfrentamos a primeira, não foi? Rs!

Enfim,
E aí, tá mesmo afim de enfrentar essa vida comigo?
Se vier, venha sem medo, pois estou disposta a estar ao seu lado.